Yara Kono

Se você leu esse post, sabe que o Felicidário é um projeto que conta com ilustrações que remontam as definições de Felicidade dadas por idosos que possuem 65 anos ou mais.
Nesse sentido, pôde conhecer o trabalho de alguns ilustradores que se dedicam a postar imagens diárias sobre o tema.
O Venturarte, como sempre, foi além!

Yara Kono é uma das ilustradoras que fazem parte do projeto Felicidário. Entrei em contato com ela e fiz algumas perguntinhas que foram além do calendário que contém as 365 definições práticas de felicidade.

Blog Venturarte: Você trabalha com ilustração há quanto tempo? Quando a arte de ilustrar virou um meio de trabalho?
Trabalho nesta área desde 2004, foi quando passei a fazer parte da equipa do Planeta Tangerina. Foi nesse mesmo ano que surgiu o seu primeiro livro (Um livro para todos os dias, de Isabel Minhós Martins e Bernardo Carvalho) e foi assim que o então Atelier também passou a ser Editora. Começar e crescer com a Editora ajudou-me imenso, considero-me uma sortuda. Comecei por ilustrar projetos de clientes do Atelier. Fiz cursos e workshops de ilustração e ilustração infantil (que eram raros, na altura) e só em 2008 surgiu o primeiro álbum ilustrado (De sol a sonho, de Raul Malaquias Marques e logo a seguir, Ovelhinha dá-me lã, de Isabel Minhós Martins). Posso dizer que as coisas foram acontecendo, naturalmente.

Blog Venturarte: Como é trabalhar com um projeto como o Felicidário, onde as ilustrações são diárias e já seguem um texto determinado (que no caso é dos idosos que foram entrevistados e definiram a felicidade)?
As ilustrações são diárias, mas como são vários ilustradores a colaborar neste projeto, acabo por fazer duas ilustrações por mês. As frases são bastante claras e algumas muito divertidas, e tem sido um prazer ilustrá-las.

BV: Qual foi o projeto que mais lhe tomou tempo?
Geralmente os álbuns ilustrados são os projetos que tomam mais tempo, são cerca de 15 a 24 ilustrações por livro, dependendo do número de páginas.

BV: O seu blog também é repleto de fotografia… Pode-se dizer que é essa tua outra paixão artística?
Sim e não, apenas gosto de fotografar… é mais um hobby. Gosto de captar e guardar determinados momentos… e ter uma maneira minha de ver o mundo (ou simplesmente o que me rodeia).

BV: Quais são os artistas que mais te inspiram?
São muitos e soa-me injusto, mas vou citar alguns ilustradores: Květa Pakovská, Bruno Munari, Iela Mari, Maria Keil, Katsumi Komagata, Isidro Ferrer, Beatrice Alemagna, os ilustradores iranianos…
E as xilogravuras do J. Borges. A Arte Bruta, de Arthur Bispo do Rosário, entre outros…

BV: Sua inspiração vem do cotidiano?
Sim, acabo por transportar algumas vivências para as ilustrações, mas acho que isso é natural.

Conheça mais do trabalho de Yara:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gostaram?! E tem mais…

Yara estudou Farmácia Bioquímica na Universidade Estadual Paulista e durante um estágio numa agência de Publicidade, viu que o caminho farmacêutico não era o mais indicado para ela.
Enquanto trabalhava em controle de qualidade e farmácia de manipulação, fez um curso noturno de Design e Comunicação.
Quando foi aceita no Centro de Design Gráfico de Yamanashi, foi direto para o Japão. Em 2001 foi para Portugal e em 2004 virou parte da equipe da editora Planeta Tangerina.
Conheça mais sobre a artista no Blog.

Espero que tenham gostado. Não sou jornalista e não sei fazer entrevistas magníficas, mas pra um começo acho que vale, não é mesmo?!

Adiós.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Yara Kono

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s