Flores e cores – A bela do dia

Uma era jornalista e ocupava seu tempo fechando matérias e reportagens para publicar no local onde trabalhava; a outra era dona de uma agência de eventos e se dedicava ao sucesso de suas promoções. Embora esses sejam os sonhos de consumo de muita gente, essas duas profissionais demonstraram coragem (e ousadia) quando deixaram de lado suas profissões para exercerem uma atividade que realmente suprisse as suas preferências e gostos: vender flores.

Não é novidade que as capitais são comumente associadas à falta de cores, frieza e até mesmo à escassez daquele sentimento de vida… foi dessa associação (muitas vezes incorreta) que Marina Gurgel Prado e Tatiana Pascowitch se sentiram na necessidade de criar algo que fizesse a cor, a beleza e a delicadeza voltarem a fazer parte do cotidiano das pessoas. Daí nasceu o projeto chamado “A bela do dia”.

Andando pelas ruas de São Paulo por meio de bicicletas, Marina e Tatiana questionam os transeuntes se eles desejam “florear as suas vidas” e a partir disso oferecem mais cor – e flor – para a vida turbulenta das pessoas que moram na cidade e se veem todos os dias aprisionadas numa rotina cansativa e desgastante.

Uma matéria que divulga o projeto foi publicada hoje no portal hypeness e o Blog Venturarte traz esse projeto aqui no site com segundas intenções, pois o objetivo não é apenas divulgar, mas também inspirar os nossos leitores e por essa razão buscamos contato com as idealizadoras do projeto para que você se inspire ainda mais ao conhecer sobre essa arte que distribui cor, flor e provoca sorrisos inusitados pelas ruas da grande São Paulo.

Adeptas da ideia de que o “menos é mais”, Marina contou que ela e Tatiana queriam fazer as flores voltarem ao dia-a-dia das pessoas e que o projeto foi uma maneira de fazê-las mudar de vida. “Tanto eu quanto a Tati éramos consumidoras de flores, mas sentíamos falta de algo que agradasse ao nosso gosto. Antes do projeto eu era Jornalista e a Tati tinha uma agência de eventos. Quisemos mudar de vida, abandonamos totalmente nossas antigas profissões”.

O diferencial do projeto, além das flores e da história das idealizadoras, é o uso das bicicletas e sobre isso Marina explicou que não foi resultado do acaso, mas sim da necessidade de criarem uma via alternativa para a entrega dos produtos. “A bike surgiu da necessidade de um transporte eficiente em SP que está parada por conta do trânsito. Queríamos algo que levasse as flores até as pessoas e alegrasse sua rotina por alguns minutos”. Mais sobre o assunto está na descrição do site “de bicicleta, vamos levar as flores às casas, sem frescuras, apenas a bela do dia. Vendemos flores na rua na hora do almoço e no fim da tarde e também fazemos entregas, por enquanto apenas em Pinheiros, Vila Madalena, Itaim, Vila Olímpia, Brooklin e Jardins”.

Dentre todas as experiências que viveu por conta do projeto, Marina conta que uma das melhores sensações é ver a expressão de alguém mudar de modo positivo por conta do seu trabalho. “Desde que começamos [há dois meses atrás] o que mais me marca é a surpresa das pessoas, algumas com cara fechada que abrem um sorriso. Muita gente pára pra perguntar, dá uma gargalhada gostosa quando eu ofereço flores… é muito alto astral. […] Tenho visto muitos sisudos abrirem sorrisos ao verem nossas bikes”.

Sobre o significado por trás das flores, Marina foi clara “É difícil não se sentir amado ao ganhar uma flor. Dar flores é um presente delicado que consegue dizer muito sem a necessidade de palavras”.
O projeto ainda está limitado a alguns pontos da cidade, mas a Jornalista que agora é vendedora de flores se realiza ao dizer que de certa forma o objetivo do “A bela do dia” foi cumprido. “Eu acredito que as pessoas, aquelas que nesse pouco tempo já se tornaram fiéis, estão sentindo sim suas vidas mais floridas”.

Como vocês devem ter percebido nas fotos, os arranjos são incrivelmente bem bolados e criativos. Quer saber mais sobre o projeto?! Vá até o site ou fanpage e entre em contato com a Marina e a Tati 😉
Se for até SP, já sabe como adquirir flores! É nessas horas que eu sinto vontade de ir voando pra SP e voltar para o PR com o meu arranjo do “A bela do dia” em mãos haha

Pra finalizar, apostemos num trechinho da poesia “rancho das flores“, escrita por Vinicius de Moraes.

“[…]A beleza das flores realça em primeiro lugar
É um milagre
De aroma florido
Mais lindo que toda as graças do céu
E até mesmo do mar […]”

Não esqueça de curtir a página do Blog Venturarte no Facebook

Anúncios

2 pensamentos sobre “Flores e cores – A bela do dia

  1. Amo flores, amei esse artigo das flores! é tudo de bom ver esses vasinhos meio que improvisados dando vida a um canto em nossas vidas!

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s