#ChangeBrazil

Em clima de Copa das Confederações e faltando menos de um ano para o Brasil receber a Copa do Mundo da FIFA, o que se esperava do povo brasileiro era que ele saísse do conforto de suas casas para comemorar as vitórias da Seleção Brasileira nos campos de futebol, mas o mundo todo se impressionou quando se deparou com uma realidade bem diferente.
Cansada de pagar impostos abusivos e não ter nem ao menos as garantias constitucionais efetivadas, grande parte da população do Brasil encarou o aumento das tarifas do transporte público como um estopim para que o panorama das coisas mudasse. Agora o Brasil não é mais um país omisso, mas sim um país que sai às ruas para exigir os seus direitos!

Reprodução/Melhor que Bacon

Reprodução/Melhor que Bacon

Tudo começou com protestos ocorridos em São Paulo… Uma grande massa, que se destacou dentre os movimentos sociais ocorridos na história do país por ser apartidária e não possuir um líder específico, chamou a atenção quando pedia, aos berros, que fosse revogada – ou pelo menos re-analisada – a decisão de aumentar 20 centavos nas tarifas dos ônibus da maior cidade do Brasil.
Pessoas de todas as idades, sendo que a maioria jovem obteve destaque, bloquearam a Avenida Paulista para tentarem ser ouvidas pelas autoridades brasileiras. Porém, como poderia se prever, uma minoria mal intencionada acabou marcando as primeiras manifestações realmente numerosas de modo negativo. Como resposta a Polícia Militar se mostrou truculenta e, na tentativa de conter o movimento, acabou atingindo pessoas inocentes (como transeuntes que não estavam envolvidos no protesto e jornalistas que cobriam o evento), fato que provocou uma revolta maior e que agora passou a adquirir um nível internacional (visto que protestos de “apoio” ocorreram na França, Turquia, Itália e outros países do mundo).

Reprodução/Não Aguento Quando

Reprodução/Não Aguento Quando

Nos dias seguintes, as pessoas que iam para a rua não pediam apenas a diminuição das tarifas, mas clamavam algo aos policiais: “SEM VIOLÊNCIA”.

O pedido não fora acatado e devido à transmissões feitas por alguns veículos de imprensa, pessoas do mundo todo passaram a se solidarizar pela situação na qual os brasileiros se encontravam… Os verdadeiros “vilões” já não eram mais os “vândalos” descritos pela grande mídia, mas sim os próprios policiais que cumpriam uma ordem categórica: fazer de tudo para conter o movimento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sendo assim, protestos foram organizados no Brasil todo e cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Belém e várias outras também tiveram as suas avenidas tomadas por pessoas que cansaram de consentir com as barbáries do governo. Agora, mais do que nunca, o pedido vai além: sem violência, o povo quer liberdade e justiça! (Clique nas imagens para ampliá-las)

Na cidade de Cascavel/PR dois protestos estão sendo organizados: um descrito como “pacífico Apartidário pelo Tranporte Público, Passe Livre, Estado Laico, Saúde, Educação” e outro como “Dia do basta – Cascavel contra a PEC 37“.
De acordo com uma matéria feita pela jornalista Giovana Danquieli veiculada na rádio CBN – Cascavel (ouça aqui), o número de confirmações feitas via Facebook, rede social descrita pela profissional como o “quartel general” da manifestação, até assusta, considerando que para o primeiro evento mais de 20 mil pessoas confirmaram presença para pedirem, em uníssono, que suas reivindicações sejam acatadas.

Visto que o uso de cartazes é quase que essencial nas manifestações, a designer gráfica Isabela Rodrigues fez protótipos artísticos e os disponibilizou no site para que todos pudessem acessar, escolher, imprimir e divulgar durante os protestos nos quais participam. Como o Blog Venturarte é extremamente voltado à arte, essa foi a oportunidade perfeita para informá-los, de modo resumido,  a respeito do movimento popular que eclodiu no Brasil todo (e que está sendo apelidado de Revolta do Vinagre – entenda o porquê aqui).

change3

Para baixá-los de modo individual, você deve clicar aqui para fazer o download da pasta zipada. Feito isso é só escolher os favoritos e sair às ruas para protestar!

Pra provar que as coisas estão mudando, as tarifas de ônibus do Rio de Janeiro voltaram a ser cobradas pelo preço anterior e São Paulo voltará a cobrar R$3,00 a partir da segunda-feira, 24/06. Além de tudo isso, os PM’s estão se mostrando muito mais conscientes e menos violentos e isso você pode ver aqui.

Diante de tudo isso, só resta uma coisa: a equipe do Blog Venturarte espera que o povo brasileiro continue na luta. Se tardou para o gigante acordar, esperamos que demore para que ele volte a adormecer!

Reprodução/ O gigante acordou - Facebook

Reprodução/ O gigante acordou – Facebook

E você, já decidiu se vai pra rua?!

Anúncios

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s